0

Assassin’s Creed: o tabelião, o assassino e a causa

Danilo Corella acorda espreguiçando-se com seu mau humor matinal típico das manhãs de sexta-feira. O roupão de dormir, tingido de vermelho tal qual o dossel de sua cama de medidas de uma realeza. Tudo a denunciar a boa condição econômica que tem.
Nada demais, afinal, os serviços prestados para a chancelaria e os negócios cartoriais, lícitos pela autoridade da tinta e da pena dos Bórgias, lhe garantem um meio honesto e nobre de se ganhar a vida.

Lista de conquistas/troféus do texto Clique aqui
Continue lendo

2

Quanto à ICA…

A ICA era um pequeno prostíbulo de luxo. Os clientes fiéis, porém efêmeros, giravam o dinheiro. A agência contava com grandes e poderosos servidores. Parte de seu complexo desenvolvimento se dava graças aos contratos junto às organizações globais; nomes que jamais acreditaríamos: FBI, KGB, CIA, Nações Unidas, governos de todo o mundo, facções de todos os estados.

Continue lendo