Ruas da Raiva: Streets of Rage Final

Em Streets of Rage Final, Adam e Blaze  finalmente chegam à base subterrânea de Mr. X, local este onde supostamente Axel Stone estaria cativo. Mal sabem os agentes que o pior inimigo não foram hordas de bandidos, ou grupos de punks mal encarados. O pior inimigo será um único homem, um formidável lutador: Shiva.

Dedicado aos poucos verdadeiros brother’s amigos que tenho, os quais sempre me ajudaram. De negro a branco. Não seria nada sem vocês. Tahmo junto.

 

 

– Aaaaahhhhhhhhhhhh

Urra de dor o derradeiro oponente de Adam Hunter, já que este acabava de desferir um golpe tão violento a ponto de deixar a mandíbula daquele, literalmente, dependurada. Assim que se certifica de que seu oponente não tem mais condições de se levantar, o tira ajeita suas luvas enquanto verifica, por puro instinto, se sua companheira está bem:

– Blaz…

– Sim, está tudo bem, Adam. – responde com ar de tédio – Será que você não aprendeu ainda: nesse “conto de fadas”, sempre fui eu que tive que sair para salvar os príncipes másculos Adam, e, desta vez, Axel. – sorri com o canto da boca, sedutora, sobretudo por conta da pinta próxima ao lábio inferior.

O sorriso singelo e ao mesmo tempo confiante da amiga de longa data serve como alívio na situação em que se encontram, a qual se trata do desaparecimento de Axel Stone, imediatamente após este ter sido filmado por câmeras internas enquanto saia do seu turno de trabalho de segurança patrimonial.
Há meses Axel passava por uma crise pessoal após seu afastamento permanente do Departamento de Polícia da Cidade. Após o desaparecimento, a segurança local suspeitou que o caso possuísse algum envolvimento direto com membros da Neo-Chaos, coalizão atual do Sindicato de Mr. X.

Blaze e Adam permanecem em uma grande plataforma em movimento vertical, tal qual um elevador, cercados por dezenas de homens e mulheres caídos, todos feridos, capangas de Mr. X, punks, e membros da gangue Neo-Chaos.

O maquinário vai desacelerando aos poucos até finalmente parar diante de uma grande porta dupla de aço, larga e alta o suficiente para permitir mesmo a passagem de um grande caminhão.

Adam se posiciona com um dos punhos fechado, enquanto o outro permanece aberto, como a posição adotada durante seu treino de karatê. Blaze joga rapidamente seus cabelos para trás, e guarda uma faca, tomada há instantes.

A porta se abre e um longo e luxuoso corredor se revela ladeado em toda sua extensão por finos vasos de porcelana em cima de pedestais de pedra bruta; o lugar é ocupado por um grupo de bandidos e três homens elegantemente vestidos de terno, munidos cada um com uma pistola.

1SOR

Blaze corre mais à frente e se adianta com um pulo seguido de um chute aéreo, e logo depois Adam salta e escorrega rapidamente para trás de um dos pedestais.

A corajosa mulher acerta em cheio o rosto de um de seus oponentes com o intento de se por cercada pelos demais, justamente o que desejava como forma de dificultar a mira dos seguranças pessoais de Mr. X.

1SOR2

McBride, um dos homens de terno, se aproxima rapidamente da “roda” de homens que cercava Blaze, tentando um melhor panorama da situação. McLeod e McLean se ocupam em rastrear Adam e neutralizá-lo.

A brava chefe de polícia pousa no chão e logo desfere uma rasteira no adversário mais próximo de si.

1SOR3

Um deles consegue imediatamente agarrá-la por trás, enquanto os outros três restantes se aproximam do alvo, agora, frágil.

1SOR4

O mais próximo desfere um soco certeiro no estômago da mulher, enquanto outro desfere um chute não tão intenso como o soco do parceiro, mas bem aplicado a ponto de doer tanto quanto. Blaze geme pela agudeza dos golpes, uma dor lancinante, mas suporta – não foram os primeiros, nem seriam os últimos – mantendo o foco no perigo maior, o homem armado.

Assim que o terceiro se preparava para aplicar outro murro no mesmo ponto, rapidamente chacoalha o corpo, surpreendendo o bandido que lhe mantinha presa, liberta um de seus braços e logo aplica um golpe evasivo, dando um salto mortal para trás, atingindo aqueles que até então estavam corpo-a-corpo.

1SOR5

McBride tenta um disparo no exato momento em que os demais homens estavam no chão, mas que, para a sorte de Blaze, atinge o vaso logo mais atrás.

Enquanto isso, McLeod para em um determinado ponto enquanto que McLean se aproxima de um dos pedestais para verificar onde exatamente Adam se encontrava. Arma apontada, o homem dá alguns passos com a intenção de circundar o objeto a uma distância segura caso encontre o alvo.

Adam surpreende o guarda-costas que ficou mais atrás, aplicando-lhe um mata-leão enquanto toma a arma de seu punho. Imediatamente o outro se vira, surpreso com a investida.

1SOR6

– Jogue a arma no chão e preservo a saúde e os miolos do seu irmãozinho gêmeo! – adverte Adam, enquanto mantém a pistola automática apontada para o pescoço do segurança imobilizado em seus braços.

O outro, ainda surpreendido, mas com seu revólver apontado em direção a Adam, sorri:

– Ele não é meu irmão e eu não me importo com…

Hunter mal deixa seu oponente finalizar a sentença, e rapidamente dispara a pistola para suas pernas, efetuando três certeiros disparos.

Aahhhhhhhh, seu niga desgraçado!

Aproveitando o momento de distração, o então rendido guarda-costas agarra o braço de Adam e lhe arremessa por cima das costas.

1SOR7

Assim que toca o chão ele aplica um rolamento para evitar maiores danos ao corpo, e imediatamente se levanta próximo a outro pedestal.

Blaze finaliza mais um adversário e logo se vê cercada por dois outros lutadores, novamente numa condição de extrema dificuldade, uma vez que McBride aproveita tais momentos para tentar acertá-la com sua arma. A mulher aplica um único chute que logo é bloqueado.
Tão logo ela percebe a movimentação do próximo oponente, saca sua faca e arremessa-lhe em cheio no estômago de seu alvo.

1SOR8

McBride se irrita e inicia uma sequência de disparos, o qual chega até mesmo a atingir o homem de sua gangue aliada, não medindo consequências para acertar a exímia lutadora.

Assim que ele efetua um novo disparo, Blaze aproveita a vantagem de estar mais próxima do atirador e, num movimento rápido de dois ou três longos passos, passa por debaixo da linha do projétil e aplica-lhe um tapa com ambas as mãos juntas, arrancado-lhe todo o fôlego.

1SOR9

Logo o homem fica de joelhos e Blaze chuta para longe a pistola jazida no chão, para em seguida dar-lhe um pontapé em seu rosto, suficiente para faze-lo dormir por um bom tempo. Blaze se vira rapidamente em direção a Adam a fim de saber se aquele precisava de algum auxílio:

– Adam?

A resposta não poderia ser mais clara e objetiva: o amigo acabava de aplicar uma joelhada bem no meio do rosto de seu oponente.

– Sim?

– Esqueça…

Conversa

Blaze para por uns instantes, olhar distante, e diz:

– Uma coisa me intriga: se aqui é o local exato onde Axel estaria cativo, junto de Mr. X, acho estranho a guarda não ser de elite.

– Boa pergunta. Só que todas as pistas nos levaram para cá. Não temos tempo a perder!

Ambos correm em direção à grande porta de madeira no final do corredor, imponente com seus detalhes em prata e o desenho de dois dragões entalhados. Assim que se aproximam, param para ouvir algum movimento na sala ao lado.

Adam dá o sinal positivo com a cabeça e para chutarem simultaneamente a porta.

Ao centro, Axel caído e ferido seriamente; logo mais atrás, sentado numa espécie de trono, Shiva, o guarda costas pessoal de Mr. X e instrutor de artes marciais dos lutadores de primeira linha do Sindicato. Ele se levanta e vai em direção aos visitantes.

– Shiva, seu desgraçado!

– Seu verme! Se por acaso Axel…

– Calem-se! – ele interrompe Adam, como um relâmpago, chutando violentamente Axel em direção aos seus amigos.

Axel

– Axel, meu irmão, fale comigo! – interpela nervoso, Adam, enquanto segura o amigo nos braços.

Axel apenas move forçosamente suas pálpebras fechadas e a boca, emitindo algum tipo de som como resposta, mas terrivelmente machucado, com lesões profundas, sangramentos e mesmo fraturas pelo corpo.

– Shiva, seu miserável! Eu vou matar você!

– Acalme-se, Adam! Desse jeito não teremos chance de salvá-lo, e muito menos você terá condições de lutar abalado!

– Você não vê, Blaze?! Ele está profundamente ferido, precisamos agir rápido!

– Ok, como você disse, o tempo é precioso. Leve Axel daqui, ele precisa de cuidados urgentes!

– Eu jamais deixaria você sozinha!

– Ou você me deixa lutar contra ele, ou deixaremos Axel morrer aqui, bem na nossa frente!

– Ou derrotamos juntos rapidamente Shiva, e vamos todos embora. Shiva, prepare-se!

– Podemos? – ironiza o mestre ninja, sem alterar no frio semblante um músculo sequer do rosto.

Adam corre em direção a Shiva e aplica uma voadora, que é logo aparada pela defesa do ninja de primeira categoria. Este “segura” o chute e desfere, em seguida, um contragolpe, agarrando-lhe imediatamente e encravando o crânio de seu oponente contra o chão.

Break

Blaze não perde tempo e da mesma forma aplica um chute, que, entretanto, na hora é defendido pelo formidável adversário, o qual a puxa da mesma forma, desferindo vários socos na sua cabeça e jogando-a em seguida para longe.

Adam se levanta ainda um tanto atordoado, mas logo recupera a orientação de tempo e espaço. Ele desfere uma sequência de jab, upper e o chute reto, empurrando para longe seu oponente. Shiva mal cai ao chão e logo se levanta num rodopio tal qual um gato. Blaze se aproveita do momento em que a guarda do ninja permanecia mais vulnerável e aplica um soco mais leve.
Shiva percebe-se, novamente, no momento ideal para aplicar sua técnica atemi de contragolpe, mas, assim que tenta agarrar sua rival, é ele quem acaba caindo exatamente na mesma tática da lutadora profissional, que lhe desarma os braços, travando suas mãos e arremessando-o em seguida.

BlazeBreak

Dessa vez o lutador evita uma nova queda, virando-se em pleno ar. Ele “mede” os inimigos, estes em posição de luta, e decide aplicar uma técnica que exige mais velocidade de resposta do que força nos ataques. Shiva corre como um fantasma, como se teletransporta-se, e se põe entre Blaze e Adam, para rapidamente começar uma sequência de socos e chutes, tudo em velocidade sobre-humana. Mal ele golpeia um, já ataca outro.

DB

Para, finalmente, terminar num salto e aplicar um de seus golpes mais poderosos,

DBII

– Double Dragon Black!

Adam e Blaze caem em direções opostas, mas igualmente atordoados pela velocidade da sequência de golpes com que foram aplicados. Blaze fica de joelhos, sacode a cabeça para ambos os lados, enquanto Adam ainda cruza as pernas ao tentar dar os primeiros passos.

– Prontos? – provoca Shiva.

Adam limpa um pouco do sangue escorrido do nariz e, involuntariamente, olha em direção ao amigo caído no chão, assombrosamente imóvel, quase sem vida. Seus olhos se fecham por um “instante longo segundo”; o suor da têmpora escorre em direção ao canto dos olhos, represa no canto da pálpebra e continua seu percurso: há anos atrás era Axel que estava neste mesmo papel, de alguém que não mediu esforços, e nem se importou com as obrigações do distintivo para salvar a vida de Adam.

1400487-ending3

Agora era a vez dele. E não poderia falhar.

Assim que volta ao presente, ao abrir seus olhos, Adam nota o olhar de Blaze, como se ela acompanhasse telepaticamente o mesmo filme que se passava em sua mente.

Blaze acena positivamente enquanto deixa escapar um tímido doce sorriso de uma mulher tão forte e necessária ao grupo.

Adam se se permite também a um breve e enferrujado sorriso.

Não é à toa que a srta. Fielding era a chefe do departamento e a mais graduada no karatê. Não havia dúvidas: ela era, de fato, a mais forte deles, em todos os sentidos.

Blaze se põe numa postura de luta como se tivesse que enfrentar seu maior adversário, afinal, Shiva nunca fora, e muito menos seria agora, um oponente fácil. Adam também se prepara e faz um movimento rápido com as mãos, como se fosse um kata.

Shiva permanece imóvel como uma estátua. Ele desliza apenas seu pé direito um pouco mais à frente, deixando-o na ponta dos dedos, como que numa postura de batalha.

Silêncio.

Yaaahhhh – avança Adam num golpe com o punho cerrado, pronto para acertar o peito de seu inimigo, o qual imediatamente defende o ataque e se põe noutra postura para também impedir o chute que já vinha aplicado por Blaze.

O tira se irrita com o insucesso e instintivamente usa o improviso e o balanço do corpo, como algo de origem africana, transcrito em seu DNA, moldado nas ruas do Bronx, disciplinado pela escola de karatê.

AdamKick

O movimento, como que um chute gingado de capoeira, acerta em cheio o rosto de Shiva, jogando-lhe para trás. Em seguida, Blaze salta e aplica um golpe com as mãos, como num balé aéreo, atingindo em cheio a cabeça do ninja.

Shiva evade o dificultoso momento dando saltos para trás, parando para dissipar a confusão de imagens dançantes em sua cabeça por conta das pancadas. Logo recobra o senso e ameaça:

– Preparem-se, vermes.

O ninja do dragão negro salta em um movimento absurdamente rápido, sem que Adam possa ter tempo de uma resposta efetiva contra o chute que vinha em sua direção.

shivaf

Ainda que Blaze não soubesse qual tipo exato de ataque vinha, ela concentra toda sua energia física e espiritual em seus punhos e prepara o seu ataque mais poderoso.

shivaf1

Shiva imobiliza Hunter, salta junto de seu adversário e, assim que atinge certa altura, cai em queda livre, ainda imobilizando-o, com o intuito de marretá-lo violentamente ao chão.

shivaf2

shivaf3

shivaf4

shivaf5

shivaf6

Assim que Shiva esmaga Adam contra o solo, voltando de um pulo para tomar sua posição de luta, Blaze aproveita o momento e dispara seu poderoso golpe, fulminando-o em plena guarda aberta.

shivaf7

shivaf8

Blaze corre imediatamente para Adam, levantando-o junto de si:

– Adam!

Ele abre os olhos com muito esforço, ve o corpo de Shiva caído diante deles, e diz:

– Não seja tola, eu o distraí propositalmente. – sorri Adam. – Não será isso que vai acabar comig – uma dor fraturante rouba-lhe o fôlego, bem na região das costelas. – maldição, acho que tenho duas ou três quebradas… Me ajude, vamos tirar Axel daqui!

Adam suspende o amigo e passa um de seus braços em volta de seu pescoço, enquanto Blaze ajuda-o pelo outro lado, da mesma forma. Ainda que consiga dar um ou outro passo, Axel permanece num profundo estado crítico com seus ferimentos.

Logo após caminharem alguns metros em direção à saída, Adam para. Blaze apenas olha-o, como que aguardando alguma resposta plausível para a situação que ali estava ocorrendo.

Hunter vira seu pescoço e foca seu olhar no em Shiva, inconsciente, desacordado.

Os olhos castanhos do investigador desconfiam de alguma coisa.

O ninja, ainda de olhos fechados, expressa nenhuma reação.

Adam volta seu rosto para Blaze e diz:

– Vamos, depressa.

The following two tabs change content below.
Mestrando em Letras, com estudos voltados para Semiótica/ Linguística. Apaixonado pelo Estruturalismo, Realismo Russo, Louis Hjelmslev, meus alunos, Metal Gear Series (só até o 4 hein!) e games. Atualmente flertando com Bio Shock series, indies e Filosofia da Linguagem. Professor por amor, por escolha e por um bocado de crença.

Latest posts by Alexx Felipe (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *