0

Fábula: as cobras gêmeas, a raposa e o patriota

Era uma vez uma ilha de natureza rica, habitada por duas cobras gêmeas separadas no nascimento, idênticas na aparência, mas de temperamentos opostos. Uma delas se chamava Sólida por conta de seu comportamento rígido e sereno, vivia no isolamento e era comedida no trato com os demais habitantes da ilha. Já Líquida, sua irmã, era irascível e revolucionária, organizava motins com outros bichos, provocava incêndios, e se alimentava violentamente de suas vítimas: pardais, coelhos, camundongos além de outros pequenos e frágeis animais.

Líquida era temida por muitos da ilha.

Lista de conquistas/troféus do texto Clique aqui

Continue lendo

0

Assassin’s Creed: o tabelião, o assassino e a causa

Danilo Corella acorda espreguiçando-se com seu mau humor matinal típico das manhãs de sexta-feira. O roupão de dormir, tingido de vermelho tal qual o dossel de sua cama de medidas de uma realeza. Tudo a denunciar a boa condição econômica que tem.
Nada demais, afinal, os serviços prestados para a chancelaria e os negócios cartoriais, lícitos pela autoridade da tinta e da pena dos Bórgias, lhe garantem um meio honesto e nobre de se ganhar a vida.

Lista de conquistas/troféus do texto Clique aqui
Continue lendo