0

Carta ao amigo – Um conto de Street Fighter

Olá, Chuck.

Não sei em que momento você lerá esta carta. Espero, ele seja um dos bons. Ao mesmo tempo, um e-mail me parece algo aparentemente tão frio que eu realmente deveria estar enviando uma mensagem na garrafa, como um SOS para o mundo, na esperança de alguém o receber. Só que, para tal, eu teria que saber onde você está. E, isso, abreviaria tudo.

Daqui alguns meses, serão dois anos passados desde que você sumiu. Quando souberam do ocorrido, enviaram uma dúzia de tropas para te encontrar. Consegui ir em duas incursões dessas. Cada uma delas levou pelo menos quatro meses. Os números podem não parecer bons, mas de todo o pessoal que foi movimentado para a missão, quase duzentos homens, quinze foram as baixas. Em menos de um ano, assim você foi, oficialmente, o décimo sexto.

Continue lendo